Inglês

of the twentieth centuries. In their chapter of Dinkc& o f Enlightmmmt on anti- Semitism, Horkheimer and Adorno described the economic factors which led to this situation in the Third Reich: When the big industrial interests incessantly eliminate the economic basis for moral decision, partly by eliminating the independent economic subject, partly by taking over the self-employed tradesmen, and partly by transforming the works [Sic: workers] into objects in trade unions, reflective thought must also die out. (. . .) There is no object left for the conscience because the responsibility of the individual for himself and his family is replaced by his contribution to the apparatus, even if the old moral assumptions are retained.” Adorno and Horkheimer believed that similar changes had also occurred in non-totalitarian societies. These economic changes in both totalitarian and non-totalitarian states led to a different kind of socio-economic stratification which Adorno discussed in his 1942 essay ‘Observations on the Theory of Classes’.’* In Adorno’s version of the ‘new world order’, a new ruling group or Clite, combining the interests of industrial and business monopolies with those of the state, emerged over and against the mass of individuals which now includes both the bourgeoisie and the proletariat. This more developed stage of class society is ‘dominated by monopolies; it presses towards fascism, to the form of political organisation it deserves.’ It represents a far more polarised form of domination; the latest form of socio-economic stratification “vindicates the theory of class struggle with monopolisation and centralisation, directly placing in complete opposition to each other the most extreme power against the most extreme powerlessness” (RK, 376). In his analysis of the most recent form of class society, Adorno also noted a shift in the character of the domination wielded by the new ruling class. He described the “dictatorship of the self-appointed tlite” as that of an ”anonymous class”. In much of his work, Adorno used the adjective “abstract” to qualify the form of domination found in the United States and Western Europe. Given the proletariat’s lack of class consciousness and its & fact0 amalgamation with the bourgeoisie, those responsible for maintaining the impersonal rule of exchange- value could no longer be located and identified. Fu.rthermore, for its part, the ruling class had “disappeared behind the concentration of capital”. Monopoly capital now appeared as an “institution” which usurps the particular by abstracting from its distinctive qualities, turning it into something universally fungible (RK, 380). The resulting reification further exacerbated the problem of seeing through class relations. It was in part the “abstract” character of domination which marked the transition from an earlier form of capitalism to what Adorno described as late capitalist and industrial ~0ciety.l~ Today, more contemporary writers claim to have discerned a further transition within capitalism from manufacturing or

Português

dos séculos XX. Em seu capítulo de Dinkc & Enlightmmmt sobre anti-semitismo, Horkheimer e Adorno descreveram os fatores econômicos que levaram a essa situação no Terceiro Reich: Quando os grandes interesses industriais eliminam incessantemente a base econômica da decisão moral, em parte eliminando o sujeito econômico independente, em parte assumindo os comerciantes independentes e em parte transformando as obras [Sic: trabalhadores] em objetos de sindicatos, refletindo o pensamento também deve desaparecer. (...) Não resta nenhum objeto para a consciência porque a responsabilidade do indivíduo por si e por sua família é substituída por sua contribuição ao aparato, mesmo que as antigas suposições morais sejam mantidas. ” Adorno e Horkheimer acreditavam que mudanças semelhantes também ocorreram em sociedades não totalitárias. Essas mudanças econômicas nos estados totalitários e não totalitários levaram a um tipo diferente de estratificação socioeconômica que Adorno discutiu em seu ensaio de 1942, 'Observations on theory of Classes'. '* Na versão de Adorno da' nova ordem mundial ', um novo grupo dirigente ou Clite, combinando os interesses dos monopólios industriais e empresariais com os do Estado, surgiu sobre e contra a massa de indivíduos, que agora inclui tanto a burguesia quanto o proletariado.Esse estágio mais desenvolvido da sociedade de classes é dominado por monopólios; pressiona para o fascismo, para a forma de organização política que merece. 'Representa uma forma de dominação muito mais polarizada; a última forma de estratificação socioeconômica “justifica a teoria da luta de classes com a monopolização e a centralização, colocando diretamente em completa oposição um ao outro o poder mais extremo contra a mais extrema impotência” (RK, 376). Em sua análise da forma mais recente da sociedade de classes, Adorno também observou uma mudança no caráter da dominação exercida pela nova classe dominante. Ele descreveu a "ditadura do auto-nomeado elite" como a de uma "classe anônima". Em grande parte de seu trabalho, Adorno usou o adjetivo “abstrato” para qualificar a forma de dominação encontrada nos Estados Unidos e na Europa Ocidental. Dada a falta de consciência de classe do proletariado e sua fusão com a burguesia, os responsáveis ​​por manter a regra impessoal do valor de troca não podiam mais ser localizados e identificados. Por outro lado, a classe dominante "desapareceu por trás da concentração de capital".O capital monopolista agora aparecia como uma “instituição” que usurpa o particular abstraindo suas qualidades distintas, transformando-o em algo universalmente fungível (RK, 380). A reificação resultante exacerbou ainda mais o problema de ver através das relações de classe. Foi em parte o caráter "abstrato" de dominação que marcou a transição de uma forma anterior de capitalismo para o que Adorno descreveu como capitalista e industrial tardia. Hoje, escritores mais contemporâneos afirmam ter discernido uma transição adicional no capitalismo. fabricação ou

Termos de Utilização

Todas as traduções feitas são armazenadas no banco de dados. Os dados salvos são publicados no site de forma aberta e anônima. Por este motivo, lembramos que suas informações e dados pessoais não devem ser incluídos nas traduções que você fará. O conteúdo criado a partir de traduções de usuários pode incluir gírias, blasfêmias, sexualidade e elementos semelhantes. Recomendamos não usar nosso site em situações desconfortáveis, pois as traduções criadas podem não ser adequadas para pessoas de todas as idades e locais de interesse. Se, no contexto da tradução dos nossos usuários, houver insultos à personalidade e / ou aos direitos autorais, etc. você pode nos contatar por e-mail, →"Contato"


Política de Privacidade

Terceiros, incluindo o Google, usam cookies para veicular anúncios com base em visitas anteriores do usuário ao seu website ou a outros websites. Com o uso de cookies de publicidade, o Google e os parceiros dele podem veicular anúncios para os usuários com base nas visitas feitas aos seus sites e/ou a outros sites na Internet. Os usuários podem desativar a publicidade personalizada acessando as Configurações de anúncios. Como alternativa, você pode orientar os usuários a acessar o site www.aboutads.info para desativar o uso de cookies de publicidade personalizada de terceiros.